Chaves dos minerais estratégicos da indústria cerâmica


A indústria cerâmica conta com minerais estratégicos devido a sua influência no sistema de produção. Principalmente, os minerais estratégicos habituais do setor cerâmico são: argilas, feldspatos e silicatos. Entretanto, areias, caulins, carbonatos, etc, podem igualmente contribuir, porque alteram as condições de abastecimento com impacto na estabilidade do processo cerâmico, seja em sentido negativo ou positivo. O condicionado que faz estratégica uma matéria-prima para uma empresa cerâmica geralmente se relaciona com seu volume, preço e seu impacto no processo.

 

Impacto positivo e negativo dos minerais estratégicos

Começamos com o exemplo de como uma areia feldspática ou argila nacional de preço moderado e volume em composição apreciável, passaria a ser uma matéria-prima estratégica para uma empresa cerâmica em função de seu impacto sobre o processo industrial:

- Impacto negativo: estando comprometida, administrativamente, a viabilidade das explotações fornecedoras (fato perfeitamente provável a nível nacional, hoje em dia), o processo cerâmico se ressentiria pela variação de qualidade (por esgotamento da jazida, ao congelar a investigação) ou diretamente pela limitação ou supressão do volume do mineral. Isso faria de um mineral de preço moderado e de reservas abundantes, um mineral prioritário para o setor.

- Impacto positivo: se alcançar uma aliança de colaboração com o produtor de dito mineral que permita o asseguramento de seu abastecimento, sua revalorização e quaisquer outras vantagens, este mineral, de elevado consumo em fábrica, passaria a ter uma relação qualidade / preço / segurança com um impacto positivo na conta de resultados do cliente. Isso faria de um mineral de preço moderado e de reservas abundantes, um mineral prioritário para o ceramista.

As argilas e feldspatos de importação são minerais estratégicos pela sensibilidade de seu processo a qualquer mudança em suas condições de volume e preço. É simples ver os efeitos negativos de qualquer modificação de fornecimento ou a subida de preços sobre o processo de fabricação do cliente.

Entretanto, a pesar de que mencionados minerais seguirão sendo estratégicos para a indústria cerâmica, devemos enfocar o processo a diminuir a dependência de tal mineral. Isto se consegue através da pesquisa geral e desenvolvimento de novos produtos, com recursos minerais novos, disponíveis e acessíveis, adequando as características das matérias-primas na origem, na fábrica ou de caminho à fábrica.

 

Enfoque dinámico da estratégia no abastecimento mineral

Sem dúvida, contar com uma estratégia de abastecimento de matérias-primas é preciso, mas tão importante como tê-la é que esta tenha um enfoque dinâmico e caminha junto com departamento de inovação e desenvolvimento, de forma que se trabalhe com a premissa de incorporar novas matérias-primas ao desenvolvimento de processos da cerâmica.

A empresa cerâmica deveria estar apoiada em um mediador entre o setor minerário e seu próprio setor, de forma que compreenda as necessidades do processo cerâmico e ao mesmo tempo consiga conhecimento e independência do setor minerário. E este papel mediador e pesquisador é grande parte da tarefa que fazemos em AYA Recursos Minerales, consiguindo assim que os nossos clientes possam localizar constantemente oportunidades de acesso ao controle do abastecimento das matérias-primas estratégicas de seu processo.

28/06/2017
Share this post:

CATEGORIES: Aya Recursos Minerales 








Comments: